ESTADO DE EXCEÇÃO E BIOPODER: O TRABALHO ESCRAVO NO BRASIL CONTEMPORÂNEO E A VIOLAÇÃO DE DIREITOS

ESTADO DE EXCEÇÃO E BIOPODER: O TRABALHO ESCRAVO NO BRASIL CONTEMPORÂNEO E A VIOLAÇÃO DE DIREITOS

Autores

Resumo

O presente tem como objetivo analisar, sob a perspectiva biopolítica, as razões e os fundamentos de subsistência do trabalho escravo no contexto contemporâneo brasileiro, considerando suas raízes históricas, sociais e econômicas, bem como verificar e elencar – de maneira não exaustiva – os direitos e as garantias violados pela perpetração de tal prática. A investigação se dará prioritariamente por meio de pesquisa bibliográfica, considerando a realidade fática para fins de contextualização e aprofundamento do tema.

Biografia do Autor

Iury Batista dos Santos, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijui, Ijuí/RS, Brasil)

Acadêmico de Direito (Unijui, Ijuí/RS, Brasil). Primeiro colocado no prêmio Ajuris Direitos Humanos (2023). Terceiro colocado no Prêmio Eladio Lecey de Sustentabilidade, da Escola da Ajuris (2022). Participante do Grupo de Pesquisa Crítica do Direito e Subjetividade Jurídica (FD-USP). Participante do Crossroads Emerging Leadership Programa (Harvard University).

Referências

AGAMBEN, G. Estado de exceção. São Paulo: Boitempo Editorial, 2004.

AGAMBEN, G. Homo sacer: o poder soberano e a vida nua. Tradução: Henrique Burigo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

ANDREUCCI, R. A. Direito penal do trabalho. 6. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília/DF: Diário Oficial da União, 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 27 ago. 2023.

BRASIL. Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Código Penal. Rio de Janeiro/RJ: Diário Oficial da União, 1940. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848compilado.htm. Acesso em: 27 ago. 2023.

BRASIL. Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Rio de Janeiro/RJ: Diário Oficial da União, 1943. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm. Acesso em: 23 ago. 2023.

BRASIL. Instrução Normativa MTP nº 2, de 8 de novembro de 2021. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela Auditoria-Fiscal do Trabalho nas situações elencadas. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=422781. Acesso em: 23 ago. 2023.

BRASIL. Lei Áurea ou Lei nº 3.353, de 13 de maio de 1888. Declara extinta a escravidão no Brasil. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lim/lim3353.htm#:~:text=LEI%20N%C2%BA%203.353%2C%20DE%2013,Art. Acesso em: 17 jul. 2023.

BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Brasília/DF: Diário Oficial da União, 2002. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406compilada.htm. Acesso em: 23 ago. 2023.

BRITO FILHO, J. C. M. Trabalho com redução à condição análoga à de escravo: análise a partir do trabalho decente e de seu fundamento, a dignidade da pessoa humana. In: NOCCHI, A. S. P.; VELLOSO, G. N.; FAVA, M. N. (coord.). Trabalho escravo contemporâneo: o desafio de superar a negação. 2. ed. São Paulo: LTr, 2011.

CARVALHO, J. L. S. As disputas em torno do conceito de trabalho escravo contemporâneo no Brasil sob a ótica da biopolítica. 2018. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Sergipe. São Cristóvão, 2018.

CEARÁ, A.; RAMOS, A. S.; COLPANI, B. Z. O trabalho escravo e a Corte Interamericana de Direitos Humanos: análise do caso “Fazenda Brasil Verde” à luz dos direitos fundamentais. RJLB, v. 4, p. 431-450, 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Caso trabalhadores da fazenda Brasil Verde v. Brasil. Sentença de 20 de outubro de 2016. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/cooperacao-internacional/editais-2018-1/seriec_318_por_FazendaBrasilVerde.pdf. Acesso em: 2 maio 2023.

COSTA, P. T. M. A construção da masculinidade e a banalidade do mal: outros aspectos do trabalho escravo contemporâneo. Cadernos Pagu, n. 31, p. 173-198, jul./dez. 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cpa/a/nqWxjzNvfgCZGckKPg9pbPK/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 20 ago. 2023.

CRISTOVA, K. G.; GOLDSCHMIDT, R. O trabalho escravo contemporâneo no Brasil. SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIREITO: dimensões materiais e eficácias dos direitos fundamentais, 3., 2012, Chapecó. Anais eletrônicos... Chapecó: Unoesc, 2012.

DELGADO, M. G. Princípios de direito individual e coletivo do trabalho. 4. ed. São Paulo: LTr, 2013.

DINIZ, M. H. Curso de direito civil brasileiro. Teoria geral do direito civil. 24. ed. São Paulo: Saraiva, v. 1, 2007.

DUARTE, A. de M. De Michel Foucault a Giorgio Agamben: a trajetória do conceito de biopolítica. In: DE SOUZA, R. T.; DE OLIVEIRA, N. F. (org.). Fenomenologia hoje III – Bioética, biotecnologia, biopolítica. 1. ed. Porto Alegre: Editora da PUCRS, v. 3, 2008. p. 63-87.

FÁVERO FILHO, N. Trabalho escravo: vilipêndio à dignidade humana. In: PIOVESAN, F.; VAZ DE CARVALHO, L. P. Direitos humanos e direito do trabalho. São Paulo: Atlas, 2010.

FIGUEIRA, R. R. Por que o trabalho escravo? Estudos Avançados, v. 14, n. 38, p. 31-50, 2000. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9503/11072. Acesso em: 29 ago. 2017.

FOLHA DE SÃO PAULO. Colheita de uva no RS era feita em regime de trabalho análogo à escravidão. Folha de São Paulo, São Paulo, 10 fev. 2023a. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2023/02/colheita-de-uva-no-rs-era-feita-em-regime-de-trabalho-analogo-a-escravidao.shtml. Acesso em: 20 ago. 2023.

FOLHA DE SÃO PAULO. Fiscalização trabalhista tem 45% dos cargos desocupados. Folha de São Paulo, São Paulo, 19 mar. 2023b. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2023/03/fiscalizacao-trabalhista-tem-45-dos-cargos-desocupados.shtml. Acesso em: 20 ago. 2023.

FOLHA DE SÃO PAULO. Podcast: A mulher da casa abandonada. Locução de Francisco Felitti. Folha de São Paulo, São Paulo, 2022. Podcast. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/podcasts/a-mulher-da-casa-abandonada/#10. Acesso em: 7 jul. 2023.

FONSECA, M. A. da. Michel Foucault e a constituição do sujeito. São Paulo: Educ, 2003.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade: curso dado no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 1999b.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, v. 1, 1988.

FOUCAULT, M. Segurança, território, população: curso dado no Collège de France (1977-1978). São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1999a.

FURTADO, R. N.; CAMILO, J. A. de O. O conceito de biopoder no pensamento de Michel Foucault. Revista Subjetividades, v. 16, n. 3, p. 34-44, 2007.

GOMES, L. Escravidão: do primeiro leilão de cativos em Portugal à morte de Zumbi dos Palmares. Rio de Janeiro: Globo Livros, v. 1, 2019.

LAZZARI, M. C. Direitos humanos e trabalho escravo contemporâneo. Passagens: Revista Internacional de História Política e Cultura Jurídica, v. 8, n. 1, p. 62-82, 28 jan. 2016.

LEITE, C. H. B. Curso de direito do trabalho. 15. ed. São Paulo: SaraivaJur, 2023.

MARTINS, L. C.; KEMPFER, M. Trabalho escravo urbano contemporâneo: o trabalho de bolivianos nas oficinas de costura em São Paulo. Revista do Direito Público, Londrina, v. 8, n. 3, p. 77-102, set./dez. 2013.

MARTINS, S. P. Manual de direito do trabalho. 14. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2021.

MASCARO, A. L. Filosofia do direito. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO. Força-tarefa avalia condições de trabalhadores em Bento Gonçalves. Porto Alegre, 23 fev. 2023a. Disponível em: https://www.prt4.mpt.mp.br/procuradorias/ptm-caxias-do-sul/11808-forca-tarefa-avalia-condicoes-de-trabalhadores-em-bento-goncalves. Acesso em: 20 ago. 2023.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO. Resgatados em Bento Gonçalves voltam para casa com verbas rescisórias garantidas. Porto Alegre, 25 fev. 2023b. Disponível em: https://www.prt4.mpt.mp.br/procuradorias/ptm-caxias-do-sul/11810-resgatados-em-bento-goncalves-voltam-para-casa-com-verbas-rescisorias-garantidas. Acesso em: 20 ago. 2023.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO. Termo de Ajuste de Conduta Emergencial IC nº 000276.2015.04.006/6. Bento Gonçalves, 24 fev. 2023c. Disponível em: https://www.prt4.mpt.mp.br/servicos/termos-de-ajuste-de-conduta?task=baixa&format=raw&arq=3LMOK6xBcZXR1kUBuqoPk4KV9cTG_4PMpKCAshNosbjUDOs1zth-kC3zr1cfyFPbsDq-oVfcaxixNpU4m8mH_fGPtjg8nyExiAGE8QI1n8RAuaPQNq2TKdFJUCa6tWYC. Acesso em: 20 ago. 2023.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO. Termos de Ajuste de Conduta nºs 7/2023, 8/2023 e 9/2023. Caxias do Sul, 9 mar. 2023d. Disponível em: https://www.prt4.mpt.mp.br/images/Ascom/2023/03/10/TAC_assinado.pdf. Acesso em: 20 ago. 2023.

NASCIMENTO, D. A. A exceção colonial brasileira: o campo biopolítico e a senzala. Cadernos de Ética e Filosofia Política, n. 28, p. 19-35, 2016.

RESENDE, R. Direito do trabalho. 8. ed. São Paulo: Método, 2020.

RUIZ, C. M. M. B. A sacralidade da vida na exceção soberana, a testemunha e sua linguagem: (re)leituras biopolíticas da obra de Giorgio Agamben. Cadernos IHU, São Leopoldo, v. 10, n. 39, 2012.

TARTUCE, F. Manual de direito civil: volume único. 13. ed. Rio de Janeiro: Método, 2023.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO. Podcast Trabalho em Pauta debate trabalho escravo contemporâneo. TST, 2023. Podcast Trabalho em Pauta (47 min). Disponível em: https://www.tst.jus.br/web/guest/-/podcast-trabalho-em-pauta-debate-trabalho-escravo-contemporaneo. Acesso em: 2 maio 2023.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO. Trabalho análogo à escravidão é o tema do mês da Biblioteca do TST. TST, 2022. Disponível em: https://www.tst.jus.br/-/trabalho-analogo-a-escravidao-e-o-tema-do-mes-da-biblioteca-do-tst. Acesso em: 2 maio 2023.

WERMUTH, M. Â. D. Por que a guerra? De Einstein e Freud à atualidade. Santa Cruz do Sul: Essere nel Mondo, 2015.

WERMUTH, M. Â. D.; NIELSSON, J. G. A “empresa-campo” e a produção da “vida nua”: direitos humanos e o trabalho escravo contemporâneo sob a perspectiva biopolítica. Revista Direito GV, v. 14, p. 367-392, 2018.

Publicado

2024-05-15

Como Citar

SANTOS, I. B. dos. ESTADO DE EXCEÇÃO E BIOPODER: O TRABALHO ESCRAVO NO BRASIL CONTEMPORÂNEO E A VIOLAÇÃO DE DIREITOS. Revista da AJURIS - QUALIS A2, [S. l.], v. 50, n. 155, p. 507–528, 2024. Disponível em: http://revistadaajuris.ajuris.org.br/index.php/REVAJURIS/article/view/1450. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

PRÊMIO AJURIS DIREITOS HUMANOS
Loading...