DIREITO, LINGUAGEM E MÉTODO: EM BUSCA DE UMA HERMENÊUTICA EMANCIPADORA

DIREITO, LINGUAGEM E MÉTODO: EM BUSCA DE UMA HERMENÊUTICA EMANCIPADORA

Autores

  • Paulo Magalhães da Costa Coelho

Resumo

LAW, LANGUAGE AND METHOD: IN SEARCH OF EMANCIPATORY HERMENEUTICS

RESUMO: O presente trabalho busca refletir criticamente sobre a questão da linguagem como instrumento de veiculação de ideologia hegemônica e, de modo especial, do discurso jurídico dominante e conservador, procurando desconstrui-lo e reconstrui-lo em outras bases em busca de uma hermenêutica jurídica da emancipação das classes sociais dominadas e alijadas da cidadania e do acesso aos bens culturais, espirituais e materiais.

PALAVRAS-CHAVE: Direito, linguagem e método; discurso retórico e discurso libertador; solidariedade, igualdade e justiça; hermenêutica emancipadora.

ABSTRACT: This paper seeks to critically reflect on issues of language as an instrument of dissemination of hegemonic ideology and especially of the dominant conservative legal speech trying to rebuild it on other grounds in search of a legal interpretation of the emancipation of social classes that are dominated and destitute of citizenship and of access to cultural, spiritual and material goods.

KEYWORDS: Law, language and method; rand and speech deliver; solidarity, equality and justice; emancipatory hermeneutics.

SUMÁRIO: Introdução: linguagem; 1 A questão da linguagem; 2 Linguagem e persuasão; Conclusão: da reprodução à emancipação; Referências.

SUMMARY

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Mestre Jou, 1970.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1979.

CARRIÓ, Genaro R. Notas sobre derecho y linguaje. 4. ed. Buenos Aires: Abeledo-Perrot, 1990.

CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

CITELLI, Adilson. Linguagem e persuasão. 15. ed. São Paulo: Ática, 2001.

COELHO, Luis Fernando. Lógica jurídica e interpretação das leis. Rio de Janeiro: Forense.

CONCEIÇÃO, Márcia Domingues Nigro. Conceitos indeterminados na constituição – Requisitos da urgência e relevância. São Paulo: Celso Bastos Editor, 1999.

ECO, Umberto. A obra aberta. São Paulo: Perspectiva, 1971.

FIORATI, Jete Jane; FIORATI JUNIOR, Wilson. A interpretação da linguagem do regime jurídico administrativo. Revista de Estudos Jurídicos da Unesp, n. 4.

FIORIN, José Luiz. Linguagem e ideologia. 7. ed. São Paulo: Ática, 2001.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1977.

WARAT, Luis Alberto. Introdução geral ao direito. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Editor, 1994.

Downloads

Como Citar

COELHO, P. M. da C. DIREITO, LINGUAGEM E MÉTODO: EM BUSCA DE UMA HERMENÊUTICA EMANCIPADORA. Revista da AJURIS - QUALIS A2, [S. l.], v. 40, n. 130, p. 345–372, 2013. Disponível em: http://revistadaajuris.ajuris.org.br/index.php/REVAJURIS/article/view/301. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

DOUTRINA NACIONAL
Loading...